segunda-feira, 15 de junho de 2009

Sobre conversas no Gtalk




Pelas tardes puxando uma angustiazinha e dizendo coisas que só a nós dois competem. A companhia abstrata em frente a esta porcaria de computador que insiste em deixar impessoal a nossa escrita. Por aquela outra garrafa de vinho que a gente merece. Por ainda ter que conviver no meio de tanta confusão. Pela poesia nossa de cada dia. Pela música compartilhada ainda que ao longe. Pelo tanto de coisas que a gente sente, divide, ironiza, chora, esconde... Por tudo isso eu ainda desejo muito de tudo. Muito de mim e muito de você. No momento esse desejo pode se materializar na paz de dividir o silêncio, um edredon e três colchões no chão após a balada cheia de gente (e vazia de sentido).

E que foda-se o resto dessa jornada. O negócio é fazer valer a pena apenas por ter decidido começar a caminhar.

(Esse post é dedicado ao meu querido amigo André.)
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo

1 comentários:

Natália disse...

UAU, Rebeca!!
Como você tem a coragem de dizer que não consegue expressar seus sentimentos? rsrs

Lindo, transparente e emocionante o texto desse post.

Abraço

 
Copyright 2010 Retro | Powered by Blogger.