quarta-feira, 11 de março de 2009

Companhia



Eu ando sentindo que eu tenho uma companhia estranha. Amigos, colegas, conhecidos... Já pensei em quem poderia ser essa companhia que está sempre perto de mim... Essa presença que não some. Essa presença que não me deixa respirar em paz.

Não poderia ser aquela melhor amiga que outrora tive. Ela está ocupada demais com o seu namorado que cuida o tempo todo de tudo, que manda em quem pode ou não andar com ela, quem pode ou não conversar, quem serve ou não de companhia... Dessa eu senti falta durante um tempo. Hoje não mais.

Tem também aquela vizinha. Ah... Bons tempos de quando éramos crianças. Brincar no meio da rua. Entrar pra casa correndo cinco minutos antes de nossos pais chegarem... Cada uma do seu lado da rua. Mas não. Ela também não pode ser. O que restou foi apenas um aceno de tchau há uns meses atrás. Como sempre, cada uma do seu lado da rua.

Essa companhia que eu venho sentindo pode ser daquele amigo que eu vi crescer. Deixar de ser menino. Virar homem, casar, construir a sua família... Parar de dar notícias... Bem... Pensando bem, acho que a companhia que vem me perseguindo não pode ser a dele.

Existem também outros tantos e tantas que conheci, amei, vi partir. Muitos que hoje podem ser essa tal companhia que venho sentindo. Essa presença constante. Alguns em outros países, alguns em outras cidades... Mas não. Não são eles.

Agora, depois de pensar e lembrar de tanta gente que eu vi dar adeus, de tantos rostos que não passam de boas lembranças, eu sei quem é essa companhia que está aqui.

Eu a sinto agora. Eu praticamente a vejo agora enquanto estou aqui ouvindo apenas o som do vento e das teclas do meu computador. E ela acaba de quebrar o meu silêncio e dizer um “oi”. E a você que está lendo ela diz:

“Muito prazer. Eu sou a solidão.”
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo

2 comentários:

Marcelo disse...

Além da qualidade admirável dos seus textos, gosto também de outra coisa. Sempre vejo isso quando venho aqui.
Tem certas coisas que você escreve, que deixa a gente te "vendo" pelo blog. Dá pra imaginar direitinho você fazendo o que você escreve.

andrefir disse...

Olá companhia...
Só queria falar q...
A solidão só nós faz companhia quando a convidamos p/ estar ao nosso lado...
As pessoas vem e vão a solidão tb!
=D
[?]

 
Copyright 2010 Retro | Powered by Blogger.