terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Essa ausência.

"O processo criativo continua bloqueado, mas o desejo de expressar se desenvolve a cada dia, é uma evolução crescente e gradativa, creio que um surto, que certamente virá em breve, trará a luz uma imensidão de algo ainda não identificável, mas que já aponta a serenidade e o brilho leve que trará a calmaria plena para o que entendo por alma.
Que seja firmado na inconsequência, que as bases não se sustentem por muito tempo... Quero o efêmero, a fragilidade de um castelo de areia, e a profundidade da ternura das coisas findas.Interno, inteiro, intenso.. sinto por si só, as influências externas são meros agravantes... Deixo que os objetos idealizados tenham a autonomia de se enquadrarem (ou não) em minhas definições.
Amante dos leitores de entrelinhas!"
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo

4 comentários:

O solitário Jim disse...

te espero surtar! rs

Leela disse...

Te indiquei para um selo. Passa no meu blog para pegar, ok?

Beijo.

Lor3na disse...

Aqui, ta add! :)

Monólogo Poético disse...

identificou-se?

;*

 
Copyright 2010 Retro | Powered by Blogger.