sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Na madrugada (de novo)

Minhas madrugadas têm sido bastante produtivas no que diz respeito à produção escrita. Estou aqui, são 1:12 da manhã, e eu acabei de redigir e enviar um e-mail do qual eu creio que vou ter motivos pra comemorar ou me arrepender em breve.
Enfim.
Espero que alguém aí esteja se divertindo...
Pelo menos, entre uma madrugada e outra, existem dias nos quais estou aprendendo grego e latim. Estou um pouco mais perto - ou menos longe, talvez - de conseguir um dia traduzir Homero.
Até a próxima madrugada, onde talvez eu conte a história desastrosa do e-mail supervisionado. Ou não.
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo

2 comentários:

WordnavE disse...

HAHA. As vezes, quando tenho algo em mente pela madrugada, não consigo dormir enquanto não escrevo.

Fiz uma referência a você no texto "Pessoas", depois dê uma lida, se puder e/ou quiser.

Para finalizar eu queria lhe dizer que adoro te ler, é tão mágico, mesmo que seja um texto pequeno como esse. De verdade! Um dia ainda terei o prazer de lhe conhecer...
Parabéns, você escreve com a alma.
Não né? Com as mãos mesmo, brincadeira.

Um beijo

Anônimo disse...

minha genial amiga ....
agradeço-lhe pelos 20 minutos divertidos no seu blog...
não sei como consegue ser tão engraçada....depois dá uma passeada lá no devaneios...
histórias muito boas ...um pouquinho de prosa pra variar...e não venha me dizer que os textos são grandes demais....beijos e beijos amiga minha
camila baldon ...

 
Copyright 2010 Retro | Powered by Blogger.