sábado, 16 de agosto de 2008

O importante é o sujeito

Lembro do velho raquítico que me dava lições de Português, uma pele suja onde moravam ossos, sempre me dizendo “O importante é o sujeito, o importante é o sujeito”. Não sei se exatamente por isso, mas sempre carreguei o sujeito do velho como sendo eu própria, dispondo das costas para levar o peso de ser a responsável por tudo...

Vi que n'aquele momento eu tinha tudo o que eu queria. Solidão acompanhada.

E tudo parecia perfeito... E tudo era perfeito.

E alguém bateu na porta.

De seus lábios, eu ouvi:

“Sempre tem alguém pra atrapalhar a gente...”

Prontamente, ávida como urubu em carniça nova, retruquei antes de ele bater a porta:

“Sempre tem você pra me atrapalhar...” enfatizei.

Afinal, o importante é o sujeito...

  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo

0 comentários:

 
Copyright 2010 Retro | Powered by Blogger.